Universidade de São Paulo

IAG-USP

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padr√£o
  • Diminuir tamanho da fonte

Fauna e Flora

√ćndice do Artigo
Fauna e Flora
Vegetação
Fauna
Todas as P√°ginas

A regi√£o onde localiza-se o OAM apresentava originalmente uma cobertura vegetal constitu√≠da principalmente de Mata mes√≥fila Semidec√≠dua e √°rea de transi√ß√£o (ec√≥tonos) com outras forma√ß√Ķes vegetais de caracter√≠stcas distintas e vari√°veis.

Atualmente esta vegeta√ß√£o est√° muito reduzida e fragmentada, sendo a mata do OAM um dos poucos remanescentes florestais ainda preservados na regi√£o. Apesar de bastante alterada por queimadas ocasionais e retirada de √°rvores emergentes, a mata constitui um remanescente florestal significativo e atua como ref√ļgio vital para animais silvestres da regi√£o.


Vegetação

O aspecto geral desse remanescente de mata nativa √© uma cobertura vegetal com √°rvores emergentes de 15 a 20 metros e com consider√°vel quantidade de ep√≠fitas e samambaias nas √°real mais √ļmidas.

As √°rvores emergentes s√£o constitu√≠das das seguintes esp√©cies: Jequitib√° (Cariniana), Pau d'alho (Gallesia), Jatob√° (Hymenaea), Pau-Brasil (Caesalpina), Ip√™s (Tabebuia), Peroba (Aspidosperma), Canelas (Nectandra Ocotea), Cedro (Cedrela) e Cabri√ļva (Myroxylon).

As palmeiras s√£o esparsas, sendo comum o Jeriv√° (Aracastrum).

Outras árvores de médio e pequeno porte como o Capixingui (Croton Floribundus), Angico (Piptadenia) e Pau-Jacaré (Piptadenia Comunis).

Trepadeiras, arbustos ou emaranhados s√£o comuns em √°reas mais alteradas (Serjana sp, Aloysia sp, Cestrum sp, Mutisia sp e Mikania sp).


Fauna

A fauna da regi√£o apesar de bastante diversificada originalmente, apresenta hoje uma grande redu√ß√£o do n√ļmero de esp√©cies, com pequenas popula√ß√Ķes abrigadas precariamene em reduzidas √°reas de remanescentes florestais isolados.

Numa rápida síntese da fauna de vertebrados pode-se citar a presença de bandos de primatas como Saguís (Callithix) e Sauás (Callicebus sp), além de alguns representantes de marsupiais como gambás (Didelphis) e Cuícas e ainda alguns morcegos frugívoros e insetívoros que se refugiuam na mata.

Os carn√≠voros freq√ľ√™ntes s√£o os Guaxinins ou M√£o-Pelada (Procyon) e o Fur√£o (Galictis). Os desdentados est√£o representados por variedades de Tatus.

O veado catingueiro (Mazana Gouazoubira), ja foi observado nas proximidades do Observatório. Os roedores têm respresentantes como ratos-do-mato, caxinguelês (Sciurus), ouriço-cacheiro e preás. O Tapeti (Sylvilagus), o Coelho-Brasileiro, também aparecem na área do Observatório.

Das aves mais comuns podemos citar os Inhamb√ļs (Crypturelus), Urubus (Coragyps Atratus), o Carcar√° (Polyburus Plancus), o Carrapateiro (Milvago Chimachima) e o Gavi√£o-Carij√≥ (Buteo Magnirostris).

No interior da mata as Jurutis (Leptotila verreaux), o Saci (Tapera Naevia), Alma-de-Gato (Piaya Cayana), e as Araras que se deslocam entre remanescentes de mata.

Encontramos também Beija-Flores e Pica-Paus (Dryocopus lineatus, Crysoptilus sp, Picuminus sp, Veniliornis sp) além dos Tucanos (Ramphastos Toco).

Alguns representantes da família do João-de-Barro (Furnarius Rufus, Synallaxis sp e Automolus sp) e de Chocas de Interior e Borda de Mata (Thamnophilus sp e Conopophaga Lineata). O tangará (Chiroxiphia Caudata) aparece no interior da mata.

Várias espécies da família do Bem-te-vi (Tyranideae), Andorinhas (Hirundinidae) e Sabiás (Turdidae). Aves como o Juruviara (Vireo Olivaceus), Saí Azul (Dacnis Cayana) e Pitiguari (Cyclarhis Gujanensis) e Fi-fi (Euphonia Chlorotica) estão entre os respresentantes de interior e beira de mata, além de Sanhaços, Saíra-Amarelo (Tangara Cayana), Pia-Cobra (Geothlypis Aequinoctialis), Canário-d0-Mato (Basileuterus Flaveolus) e Tico-Tico-do-Mato (Arremon sp).

Cobras como a Jararaca (Bothrops), Jararacu√ßu e Cascavel, alem do lagarto Tei√ļ (Tupinambis Teguexim) s√£o representantes dos r√©pteis.

A rica fauna de invertebrados pode ser osbservada em todos os estratos da mata.

√öltima atualiza√ß√£o em Seg, 04 de Junho de 2012 19:55  

Links Importantes

Links:
IAG/USP
Conheça mais o Instituto de Astronomia, Geofísica e Ciências Atmosféricas.
Observatório Europeu
Sabia que o Chile abriga alguns dos maiores e melhores telescópios do planeta, que são mantidos pela Agência Européia?
Observatório Nacional
Saiba mais sobre o Observatório Nacional, no Rio de Janeiro.
www.flickr.com
Esse é um módulo do Flickr que mostra itens de um álbum chamado Fotos Observatório. Faça seu próprio módulo aqui.
FacebookFlickrYoutubeTwitter