Universidade de São Paulo

IAG-USP

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Fauna e Flora

Índice do Artigo
Fauna e Flora
Vegetação
Fauna
Todas as Páginas

A região onde localiza-se o OAM apresentava originalmente uma cobertura vegetal constituída principalmente de Mata mesófila Semidecídua e área de transição (ecótonos) com outras formações vegetais de característcas distintas e variáveis.

Atualmente esta vegetação está muito reduzida e fragmentada, sendo a mata do OAM um dos poucos remanescentes florestais ainda preservados na região. Apesar de bastante alterada por queimadas ocasionais e retirada de árvores emergentes, a mata constitui um remanescente florestal significativo e atua como refúgio vital para animais silvestres da região.


Vegetação

O aspecto geral desse remanescente de mata nativa é uma cobertura vegetal com árvores emergentes de 15 a 20 metros e com considerável quantidade de epífitas e samambaias nas áreal mais úmidas.

As árvores emergentes são constituídas das seguintes espécies: Jequitibá (Cariniana), Pau d'alho (Gallesia), Jatobá (Hymenaea), Pau-Brasil (Caesalpina), Ipês (Tabebuia), Peroba (Aspidosperma), Canelas (Nectandra Ocotea), Cedro (Cedrela) e Cabriúva (Myroxylon).

As palmeiras são esparsas, sendo comum o Jerivá (Aracastrum).

Outras árvores de médio e pequeno porte como o Capixingui (Croton Floribundus), Angico (Piptadenia) e Pau-Jacaré (Piptadenia Comunis).

Trepadeiras, arbustos ou emaranhados são comuns em áreas mais alteradas (Serjana sp, Aloysia sp, Cestrum sp, Mutisia sp e Mikania sp).


Fauna

A fauna da região apesar de bastante diversificada originalmente, apresenta hoje uma grande redução do número de espécies, com pequenas populações abrigadas precariamene em reduzidas áreas de remanescentes florestais isolados.

Numa rápida síntese da fauna de vertebrados pode-se citar a presença de bandos de primatas como Saguís (Callithix) e Sauás (Callicebus sp), além de alguns representantes de marsupiais como gambás (Didelphis) e Cuícas e ainda alguns morcegos frugívoros e insetívoros que se refugiuam na mata.

Os carnívoros freqüêntes são os Guaxinins ou Mão-Pelada (Procyon) e o Furão (Galictis). Os desdentados estão representados por variedades de Tatus.

O veado catingueiro (Mazana Gouazoubira), ja foi observado nas proximidades do Observatório. Os roedores têm respresentantes como ratos-do-mato, caxinguelês (Sciurus), ouriço-cacheiro e preás. O Tapeti (Sylvilagus), o Coelho-Brasileiro, também aparecem na área do Observatório.

Das aves mais comuns podemos citar os Inhambús (Crypturelus), Urubus (Coragyps Atratus), o Carcará (Polyburus Plancus), o Carrapateiro (Milvago Chimachima) e o Gavião-Carijó (Buteo Magnirostris).

No interior da mata as Jurutis (Leptotila verreaux), o Saci (Tapera Naevia), Alma-de-Gato (Piaya Cayana), e as Araras que se deslocam entre remanescentes de mata.

Encontramos também Beija-Flores e Pica-Paus (Dryocopus lineatus, Crysoptilus sp, Picuminus sp, Veniliornis sp) além dos Tucanos (Ramphastos Toco).

Alguns representantes da família do João-de-Barro (Furnarius Rufus, Synallaxis sp e Automolus sp) e de Chocas de Interior e Borda de Mata (Thamnophilus sp e Conopophaga Lineata). O tangará (Chiroxiphia Caudata) aparece no interior da mata.

Várias espécies da família do Bem-te-vi (Tyranideae), Andorinhas (Hirundinidae) e Sabiás (Turdidae). Aves como o Juruviara (Vireo Olivaceus), Saí Azul (Dacnis Cayana) e Pitiguari (Cyclarhis Gujanensis) e Fi-fi (Euphonia Chlorotica) estão entre os respresentantes de interior e beira de mata, além de Sanhaços, Saíra-Amarelo (Tangara Cayana), Pia-Cobra (Geothlypis Aequinoctialis), Canário-d0-Mato (Basileuterus Flaveolus) e Tico-Tico-do-Mato (Arremon sp).

Cobras como a Jararaca (Bothrops), Jararacuçu e Cascavel, alem do lagarto Teiú (Tupinambis Teguexim) são representantes dos répteis.

A rica fauna de invertebrados pode ser osbservada em todos os estratos da mata.

Última atualização em Seg, 04 de Junho de 2012 19:55  

Links Importantes

Links:
Observatório de Bordeaux
Conheça um dos mais tradicionais observatórios da Europa
Observatório Europeu
Sabia que o Chile abriga alguns dos maiores e melhores telescópios do planeta, que são mantidos pela Agência Européia?
Observatório Nacional
Saiba mais sobre o Observatório Nacional, no Rio de Janeiro.
www.flickr.com
Esse é um módulo do Flickr que mostra itens de um álbum chamado Fotos Observatório. Faça seu próprio módulo aqui.
FacebookFlickrYoutubeTwitter